Ações de Políticas Públicas do Mater Natura

Compartilhe esse conteúdo

22 de agosto de 2021, notícia publicada pelo Mater Natura – Instituto de Estudos Ambientais.

Nos meses de julho e agosto realizamos diversas atividades institucionais e de políticas públicas, dentre elas:

(a) No dia 13 de julho o pesquisador associado ao Mater Natura, biólogo Marcos Ricardo Bornschein, ministrou a palestra “Grandes descobertas científicas dos últimos anos no Paraná e suas lutas de conservação”, com destaque ao processo da descoberta da ave bicudinho-do-brejo (Formicivora acutirostris) e de 15 novas espécies de pequenos anfíbios, ambos objetos de projetos e de pesquisas realizados pelo Mater Natura, em que ele foi coordenador.

Palestra para o canal Casa do Biólogo.

A palestra está disponível neste link.

(b) A Reserva da Biosfera da Mata Atlântica (RBMA) iniciou no dia 14 de julho o processo de implantação de sua primeira Unidade de Gestão Descentralizada da RBMA, a UGD RBMA-Itaipu, que envolve 26 municípios na área da Bacia BP-3 do Rio Paraná e se estende pela margem brasileira da Represa de Itaipu no Paraná, limitada ao sul pelo Parque Nacional do Iguaçu, ao Norte pelo Parque Nacional de Ilha Grande e à oeste na margem direita do rio, pela Reserva da Biosfera Itaipu, do Paraguai. A UGD-RBMA-Itaipu será coordenada pela Itaipu Binacional conforme Plano de Ação que foi finalizado em reunião entre o Conselho Nacional da RBMA, a Itaipu e os membros do Fórum de Apoio à Gestão que é composto por 20 integrantes, sendo 10 deles governamentais e 10 de instituições da Sociedade Civil.

O Mater Natura é uma das instituições membro do Fórum de Apoio à UGD. O Instituto atua na região, por meio da articulação com a Rede Gestora do Corredor de Biodiversidade do Rio Paraná, há mais de dez anos e também com projetos de restauração ecológica nesse território. Igualmente, uma de suas técnicas representa o Paraná na Rede de Jovens da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica.

Diretores João Francisco Ferreira e Luiz Felipe Carbonel, e o engenheiro florestal Luís César Rodrigues da Silva. Foto: Sara Cheida/Itaipu Binacional.

(c) Representante do Mater Natura participa de evento oferecido pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP. Os grupos Conflor Jr, Geppla, Linear e PET – Eng. Florestal, da Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp, câmpus de Botucatu, promoveram a 1ª Semana da Engenharia Florestal entre os dias 12 a 15 de julho de 2021, reunindo especialistas de quatro áreas da engenharia florestal. César Tavares, que representou o Mater Natura, compôs a mesa junto de Rodrigo Agostinho (Deputado Federal coordenador da Frente Parlamentar Ambientalista do Congresso Nacional), Roberta del Giudice (Secretária Executiva do Observatório do Código Florestal) e Bruna Paola (Assessora Parlamentar na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo e que integra a Executiva Nacional da Rede Sustentabilidade) para discutir sobre o histórico, aplicação e ataques a respeito do “novo Código Florestal”.

1ª Semana de Engenharia Florestal – UNESP – Campus Botucatu.

Clique aqui para saber mais sobre o evento.

Acesse este link para assitir a palestra.

d) O Mater Natura – Instituto de Estudos Ambientais e a Margem Mineração, em atendimento ao Termo de Compromisso de Compensação Espeleológica (TCCE) 01/2021/ICMBio-CECAV, lançou no dia 23 de junho um Edital de Chamada Pública para o financiamento de projetos de estudo e pesquisa sobre o patrimônio espeleológico do Supergrupo Açungui. Finalizado o prazo de recebimento de propostas em 30 de julho, anunciamos que foram encaminhadas 8(oito) propostas que serão objeto de análise e parecer por especialistas externos, selecionados pelo CECAV/IBAMA e Mater Natura, de forma a identificar os 5(cinco) projetos melhor pontuados para receber apoio financeiro pelo período de até 24 meses. O prazo para avaliação das propostas pelo Comitê Julgador é até 30/08 e a divulgação do resultado preliminar do julgamento vai ocorrer em 14/09/2021.

Parque Estadual Campinhos.

e) Em sua participação no projeto “Ambientalistas do Sul – Memória e História”, o presidente do Mater Natura, Paulo Pizzi, fala sobre as primeiras ONGs com atuação no estado do Paraná. O projeto é desenvolvido pelo Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul (NEJ-RS) e o Grupo de Pesquisa Jornalismo Ambiental (GPJA) e consiste em uma série de entrevistas para registrar a trajetória de ambientalistas importantes dos três estados da Região Sul do Brasil: Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.
Além de compartilhar o legado de instituições e pessoas em prol da conservação, o objetivo é também promover reflexões e inspiração para o trabalho em defesa do equilíbrio ambiental.

Paulo Pizzi durante participação no projeto “Ambientalistas do Sul

Para saber mais, assista à entrevista completa aqui.

Inscreva-se em nossa Newsletter

Receba mensalmente o nosso informativo.

Posts Relacionados

Notícias

Developing the predictive ecology of plant-animal interactions across space and time

Após três anos de trabalhos intensos, o projeto Ecology of Plants and Hummingbirds Interaction (EPHI) – Brazil está chegando em sua fase final de coleta de dados. O projeto visa estudar as interações entre os beija-flores e as plantas em gradientes de altitude em três regiões biogeográficas distintas: as montanhas da América Central (Costa Rica), a

Notícias

Turismo Científico e Ciência Cidadã no litoral do Paraná, conheça o novo projeto do Mater Natura

A Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza em conjunto com outros parceiros abriram, no segundo semestre de 2022, a Chamada de Projetos Soluções para o Fortalecimento de Áreas Protegidas.  Após a Fase II da seleção, que contou com mentorias, lives e feedbacks de especialistas para o aprimoramento das propostas, foram selecionadas 21 soluções no

Scroll to Top