Pescadores participam de curso de educação financeira no litoral do Paraná

Compartilhe esse conteúdo

Curso gratuito faz parte de conjunto de atividades que visa contribuir para o desenvolvimento sustentável local, com foco em Antonina/PR

Pescadores, pescadoras, marisqueiras e outros membros da comunidade pesqueira de Antonina, no litoral do Paraná, receberam um curso de Gestão Financeira Familiar nos dias 31 de julho e 1 e 2 de agosto, na Colônia de Pescadores-Z08, no município. Promovido pelo projeto “Olha o Clima, Litoral!” – realizado pelo Mater Natura – Instituto de Estudos Ambientais com apoio da Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental –, o curso é gratuito, presencial e prevê o acompanhamento dos participantes ao longo de um ano, com uma planilha orçamentária personalizada para cada família. 

A atividade pesqueira na baía de Antonina é a principal fonte de renda de grande parte da população local, porém, está ameaçada por fatores como a poluição das águas, a mudança climática, a pesca predatória e a degradação ambiental, especialmente dos manguezais. “Esses ecossistemas são berçários de muitas espécies, inclusive de recursos pesqueiros alvos da pesca artesanal”, destaca a bióloga e educadora ambiental, Juliana Pina, que faz parte da equipe que desenvolve ações socioambientais do projeto. 

“Esses fatores vêm impactando a região há anos, principalmente a pesca. Os recursos pesqueiros estão diminuindo drasticamente, o que aumenta a vulnerabilidade da comunidade, que já não consegue sobreviver apenas da pesca artesanal, e ameaça também a continuidade desta atividade que é transmitida de geração em geração, já que os filhos dos pescadores deixam a tradição para buscar melhores oportunidades”, explica Pina.

Em busca de compreender os desafios que a pesca artesanal enfrenta em Antonina, bem como o uso que a comunidade faz dos recursos naturais, o projeto está realizando oficinas participativas desde o início do ano. Esses encontros possibilitam trocas junto à comunidade e às lideranças locais para traçar estratégias que promovam o fortalecimento comunitário.  

Nesse contexto, o curso de Gestão Financeira Familiar tem como objetivo trazer reflexões sobre os gastos e hábitos de consumo na realidade de cada participante, para conscientizar sobre o uso de recursos financeiros, necessidades e metas na estrutura familiar, segundo o cientista social e um dos ministrantes do curso, Rogério de Campos. “Dentro das limitações de uma renda reduzida, o curso busca demonstrar o real valor do trabalho e a importância de um consumo responsável, focado na mudança de planejamento futuro, permitindo um maior bem-estar dos membros de cada família”, ressalta.

 

Outras ações complementares 

Além das ações voltadas à comunidade pesqueira, o projeto “Olha o Clima, Litoral!” realiza a restauração ecológica de manguezais e ambientes associados invadidos por braquiárias-d’água, que são capins exóticos invasores que já atingiram 75 hectares na baía de Antonina. Esse trabalho é acompanhado pelo monitoramento de flora e de aves, com foco no bicudinho-do-brejo, espécie ameaçada que ocorre apenas em brejos salinos no litoral sul do Brasil. 

Foto: Gabriel Marchi

projeto também desenvolve um conjunto de atividades voltadas à mitigação da mudança climática, como estudos para a quantificação dos estoques de carbono azul nos manguezais e ecossistemas associados do litoral paranaense, no cenário atual e nos cenários climáticos futuros, e o mapeamento dos remanescentes de manguezais, considerando o cenário atual e as projeções de elevação do nível do mar em diferentes cenários, somados a ações de articulação territorial e atividades de educação ambiental e formação de agentes multiplicadores em Antonina. 

Essas ações educativas têm o objetivo de sensibilizar esses públicos sobre o papel do ser humano, tanto na conservação, como na gestão do território, com foco na baía de Antonina, segundo os biólogos e educadores ambientais Anabel de Lima e Elielson Marcelino, que fazem parte da equipe socioambiental do projeto e conduzem oficinas educativas para os estudantes da rede pública de ensino.

Na foto, Elielson, Anabel e Juliana Pina, da frente socioambiental do projeto

Desde março, o projeto também realiza um curso de formação para profissionais de educação de Antonina, com o objetivo de instrumentalizá-los para serem multiplicadores das informações, para que as ações de educação ambiental tenham um maior alcance de público, de forma mais duradoura e interdisciplinar. O curso segue até novembro, com atividades presenciais, online e aplicação prática nas escolas, com uma segunda edição prevista para 2024. 

Previous slide
Next slide

Inscreva-se em nossa Newsletter

Receba mensalmente o nosso informativo.

Posts Relacionados

Nossas ações

Mutirão remove 80 kg de braquiárias-d’água de manguezais de Antonina

Ação visa sensibilizar e envolver a comunidade em ações para manutenção da biodiversidade e maior resiliência climática O Mutirão de remoção de braquiárias-d’água, realizado no dia 11 de maio pelo projeto “Olha o Clima, Litoral!”, removeu cerca de 80 kg de braquiárias-d’água de manguezais e ambientes associados da baía de Antonina, no Paraná – que

Biblioteca Olha o Clima, Litoral!

Cartilha “Manual de boas práticas para o manejo de braquiárias-d’água”

Instagram Facebook-f Linkedin Youtube Cartilha “Manual de boas práticas para o manejo de braquiárias-d’água” As braquiárias-d’água são espécies exóticas invasoras de capim trazidas da África para o Brasil, muito utilizadas na alimentação de búfalos, bois e também em plantações de café e milho. No litoral do Paraná, elas foram usadas em pastagens para búfalos na

Rolar para cima