Mater Natura e STCP iniciam projeto para elaboração de Planos Municipais da Mata Atlântica no Rio de Janeiro

Compartilhe esse conteúdo

22 de agosto de 2021, notícia publicada pelo Mater Natura – Instituto de Estudos Ambientais.

Em consórcio com a empresa STCP Engenharia de Projetos, o Mater Natura iniciou neste mês de agosto um projeto com duração de dois anos, financiado pela Associação Pró-Gestão das Águas da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul – AGEVAP, que lançou em 23/10/2020 o Ato Convocatório nº 20/2020, tendo como objeto a execução de Consultoria para elaboração do Plano Diretor Florestal da Região Hidrográfica II – Guandu/RJ.

O trabalho consiste na elaboração dos Planos Municipais para Conservação e Recuperação da Mata Atlântica (PMMA) para 12 municípios do Rio de Janeiro (Barra do Piraí, Engenheiro Paulo de Frontin, Itaguaí, Japeri, Mangaratiba, Mendes, Paracambi, Piraí, Queimados, Rio Claro, Seropédica e Vassouras) e na consolidação destes doze PMMA e dos PMMA dos municípios de Miguel Pereira, Nova Iguaçu e Rio de Janeiro em um Plano Diretor Florestal da Região Hidrográfica II.

O PMMA é um instrumento que tem por objetivo o planejamento das áreas dos municípios para a conservação, recuperação e o uso sustentável da Mata Atlântica.

Floresta com araucária em Turvo/PR. Foto: Zig Koch

Inscreva-se em nossa Newsletter

Receba mensalmente o nosso informativo.

Posts Relacionados

Notícias

Developing the predictive ecology of plant-animal interactions across space and time

Após três anos de trabalhos intensos, o projeto Ecology of Plants and Hummingbirds Interaction (EPHI) – Brazil está chegando em sua fase final de coleta de dados. O projeto visa estudar as interações entre os beija-flores e as plantas em gradientes de altitude em três regiões biogeográficas distintas: as montanhas da América Central (Costa Rica), a

Notícias

Turismo Científico e Ciência Cidadã no litoral do Paraná, conheça o novo projeto do Mater Natura

A Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza em conjunto com outros parceiros abriram, no segundo semestre de 2022, a Chamada de Projetos Soluções para o Fortalecimento de Áreas Protegidas.  Após a Fase II da seleção, que contou com mentorias, lives e feedbacks de especialistas para o aprimoramento das propostas, foram selecionadas 21 soluções no

Scroll to Top