Equipe técnica do Mater Natura é capacitada em curso sobre uso de drone na restauração ecológica

Compartilhe esse conteúdo

Entre os dias 19 e 23 de junho, a equipe de trabalho dos projetos de restauração ecológica do Mater Natura participou de um curso sobre o uso de drone nestas atividades

Atualmente o Mater Natura conta com três projetos de restauração ecológica em execução, sendo eles: Refloresta Lagamar, no litoral paranaense, patrocinado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) e a Cooperação Alemã, com a gestão do Funbio; Reconecta Alto Paraná, que ocorre na região que abrange o sul do Mato Grosso do Sul ao oeste do Paraná, em parceria técnico-financeira com o WWF-Brasil; e Cerrado Paranaense, no limite mais ao Sul deste bioma, nos municípios paranaenses de Jaguariaíva e Sengés, patrocinado pela Cargill.

O curso foi ministrado por Felipe Paranhos da Dap, startup do Rio de Janeiro com ampla experiência tanto em capacitação, quanto no uso de drones como ferramenta para projetos de restauração ecológica.  Visando esse recurso para os três projetos da instituição citados acima, as equipes técnicas participaram do curso que teve como objetivo o seguinte escopo: reconhecimento do drone e seus componentes; elaboração do plano de voo; pilotagem de drone; produção de imagens; e análise e processamento de dados.

A capacitação contou com aulas práticas e teóricas, incluindo atividades de campo. Essas atividades aconteceram na unidade de conservação Parque Estadual do Cerrado, área de execução de um dos projetos de restauração. Importante ressaltar que nessa unidade o Mater Natura conta também com o apoio do Instituto Água e Terra – IAT.

“O curso foi excelente, permitiu que vislumbrássemos várias possibilidades de aplicação nos projetos, uma delas será para contribuir no mapeamento de pinus em áreas de difícil acesso, nas áreas do projeto Cerrado Paranaense,” relata, Ana Paula Silva, coordenadora de projetos do Mater Natura.

O Mater Natura tem compromisso com a conservação da biodiversidade e, consequentemente, com os projetos que realiza. Sendo assim, a capacitação tem o objetivo de aprimorar os resultados dos projetos com o recurso da inovação tecnológica.

É importante destacar que o curso também se tratou de um trabalho conjunto entre duas unidades regionais do Pacto pela Restauração da Mata Atlântica, tanto o Mater Natura, quanto a Dap atuam no movimento e trabalham com o compromisso de contribuir para o seu fortalecimento e cumprimento das suas metas.

Inscreva-se em nossa Newsletter

Receba mensalmente o nosso informativo.

Posts Relacionados

Nossas ações

Lista de Espécies da Fauna Ameaçada no Paraná é atualizada com coordenação do Mater Natura

A Lista de Espécies da Fauna Ameaçada de Extinção do Paraná teve uma nova atualização anunciada na última quinta-feira (06/06) pelo Governo do Estado do Paraná, por meio do Decreto 6.040/2024. A atualização foi realizada pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável (Sedest), pelo Instituto Água e Terra (IAT) e pelo Mater Natura – Instituto de Estudos Ambientais e integra um esforço

Nossas ações

Confira nossas iniciativas de Políticas Públicas em maio

O mês de maio foi intenso em termos de participação do Mater Natura em reuniões de políticas públicas ambientais. Além dos eventos do Projeto Político Pedagógico Mediado Pela Educação Ambiental (PPPEA) de Guaratuba, destacamos as seguintes atividades: (1) No dia 07, o presidente do Mater Natura, Paulo Pizzi, e o técnico César Tavares participaram de reunião

Rolar para cima