Mater Natura é eleito para nova gestão do Conselho de coordenação do Pacto pela Restauração da Mata Atlântica

Compartilhe esse conteúdo

O Pacto pela Restauração da Mata Atlântica é um movimento que iniciou suas atividades em abril de 2009, na ocasião, representantes de instituições de diferentes esferas se reuniram para formar um movimento comprometido com as pautas relacionadas à restauração de ecossistemas.

O Pacto atua como catalisador de ações para restauração florestal nos 17 estados que abrigam o bioma a Mata Atlântica, tendo sua estratégia definida pelo Conselho de Coordenação, segundo as prioridades de cada período. Atualmente, o movimento prioriza a atuação em três linhas principais: Territórios Certificados, Comunicação e Capacitação e Monitoramento Multidimensional.

Unidades Regionais representantes do Pacto nos seus respectivos estados

A cada dois anos, o conselho de coordenação passa por uma nova eleição, neste ano de 2023, aconteceu a votação para o período 2023-2024 e nossa instituição foi eleita mais uma vez, sendo que o Mater Natura participa do Conselho desde a formação do Pacto pela Restauração da Mata Atlântica, em 2009. A função do conselho de coordenação é de estabelecer normas, regras, princípios e políticas para a gestão e operacionalização do movimento, sendo composto de forma proporcional entre os diversos setores que o integram – empresas, governo, centros de pesquisa, associações não-governamentais e associações e colegiados.

Além do conselho de coordenação, a estrutura do Pacto é formada por um coordenador nacional, vice-coordenador, secretaria executiva, unidades regionais (UR) e grupos de trabalho. O Mater Natura também é a UR do Pacto no Paraná.

Há 13 anos o Mater Natura iniciou os trabalhos de restauração ecológica em suas linhas de atuação, com dois projetos concluídos com o apoio financeiro via editais do BNDES. Atualmente, temos trabalhos em execução apoiados pelo Funbio / MMA / Cooperação Alemã, o WWF-Brasil e a Petrobras Socioambiental, visando a restauração ecológica na região do lagamar paranaense e na bacia do Alto Paraná. Nos próximos meses vamos iniciar projeto aprovado em edital da Cargill visando atuar na restauração ecológica em Unidades de Conservação do relicto do Cerrado paranaense.

A instituição agradece os votos de confiança e seguirá a linha de contribuição para as ações do Pacto e cumprimento de suas metas.

Participantes de reunião virtual do Fórum Florestal PR e SC realizada em 11/08/2022Composição do Conselho de Coordenação do Pacto eleitos para a gestão 2023-2024

Inscreva-se em nossa Newsletter

Receba mensalmente o nosso informativo.

Posts Relacionados

Nossas ações

Lista de Espécies da Fauna Ameaçada no Paraná é atualizada com coordenação do Mater Natura

A Lista de Espécies da Fauna Ameaçada de Extinção do Paraná teve uma nova atualização anunciada na última quinta-feira (06/06) pelo Governo do Estado do Paraná, por meio do Decreto 6.040/2024. A atualização foi realizada pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável (Sedest), pelo Instituto Água e Terra (IAT) e pelo Mater Natura – Instituto de Estudos Ambientais e integra um esforço

Nossas ações

Confira nossas iniciativas de Políticas Públicas em maio

O mês de maio foi intenso em termos de participação do Mater Natura em reuniões de políticas públicas ambientais. Além dos eventos do Projeto Político Pedagógico Mediado Pela Educação Ambiental (PPPEA) de Guaratuba, destacamos as seguintes atividades: (1) No dia 07, o presidente do Mater Natura, Paulo Pizzi, e o técnico César Tavares participaram de reunião

Rolar para cima