Área destinada à restauração ecológica no projeto Corredores de Biodiversidade recebe o título de Sítio Ramsar

Compartilhe esse conteúdo

09 de outubro de 2017, notícia publicada pelo Mater Natura – Instituto de Estudos Ambientais

Foto: Erick Caldas Xavier
Foto: Erick Caldas Xavier

Nos próximos quatro anos o Mater Natura irá executar o projeto Corredores de Biodiversidade, com apoio de 16 instituições parceiras e patrocínio do BNDES. O objetivo é realizar a restauração ecológica de 351 hectares em seis áreas inseridas dentro dos Corredores de Biodiversidade do Rio Paraná e das Araucárias.

Uma dessas áreas, consideradas prioritárias para conservação da biodiversidade, é o Parque Nacional de Ilha Grande, unidade de conservação localizada na bacia hidrográfica do rio Paraná na divisa dos estados do Paraná e Mato Grosso do Sul. Dada sua relevância ecológica foi designada pela UNESCO, em final de setembro, como Sítio Ramsar, tornando-se um instrumento adotado pela Convenção Ramsar para atingir o objetivo de promover a cooperação global entre países na conservação e uso racional das zonas úmidas.

O Parque Nacional de Ilha Grande possui mais de 78 mil hectares inseridos no conjunto de ecossistemas diversos que integra o Corredor de Biodiversidade do Rio Paraná. E, há mais de uma década o Mater Natura é parceiro do Ministério do Meio Ambiente (MMA) nas ações de conservação e estudo dessa unidade de conservação, inclusive sendo o responsável pela elaboração de seu plano de manejo.

Maiores informações no link do MMA.

 

Inscreva-se em nossa Newsletter

Receba mensalmente o nosso informativo.

Posts Relacionados

Biblioteca Olha o Clima, Litoral!

Cartilha “Realidade e desafios da pesca artesanal em Antonina”

Instagram Facebook-f Linkedin Youtube Cartilha “Realidade e desafios da pesca artesanal em Antonina” A Cartilha “Realidade e desafios da pesca artesanal em Antonina” é fruto das informações obtidas ao longo das Oficinas de Diálogo Participativo (reuniões realizadas junto à comunidade pesqueira), que ocorreram no ano de 2023, como parte das atividades do projeto “Olha o

Áreas protegidas

Março foi mês de intercâmbio, workshop e Fórum Florestal

Intercâmbio da Rede Trinacional de Restauração da Mata Atlântica Entre os dias 6 e 8 de março, recebemos membros da Fundación Vida Silvestre da Argentina e uma representante da WeForest para um intercâmbio no âmbito das ações da Rede Trinacional de Restauração da Mata Atlântica. A visita técnica aconteceu nas áreas em processo de restauração realizadas pelo Mater

Rolar para cima