Resultado final – Edital de Chamada Pública Supergrupo Açungui

Compartilhe esse conteúdo

O Mater Natura – Instituto de Estudos Ambientais e a Margem Mineração, em atendimento ao Termo de Compromisso de Compensação Espeleológica – TCCE n01/2021/ICMBio-CECAV, apresentam o resultado final do Edital de Chamada Pública para o financiamento de projetos para estudo e pesquisa sobre o patrimônio espeleológico do Supergrupo Açungui.

O edital foi divulgado no dia 23 de junho e ficou aberto para recebimento de propostas até o dia 30 de julho de 2021. Ao final deste período, recebemos 8 (oito) propostas, sendo que cada uma delas foi submetida para a análise técnica de dois pareceristas externos. Ao final desse processo, 5 (cinco) projetos foram selecionados para início da execução a partir de novembro de 2021.

Tabela 1 – Relação dos Projetos e respectivas instituições executoras, junto ao Edital TCCE nº 01/2021/ICMBio

TítuloInstituição
Manutenção da estrutura dos microhabitats no piso de cavernas turísticas como uma ferramenta de conservação e manejo da fauna de invertebradosCentro de Estudos em Biologia Subterrânea – CEBS/UFLA
Análise de uso público e fatores de pressão sobre a Gruta da Lancinha, como subsídios ao manejo adequado do Monumento NaturalGrupo de Estudos Espeleológicos do Paraná – GEEP-Açungui
A Gruta dos Paiva e seu entorno (Parque Estadual Intervales) – a importância de estudos básicos para implementação de estratégias de conservação e manejoInstituto Brasileiro de Estudos Subterrâneos – IBES/UFSCAR
Cavernas como modelo para análise de mudanças climáticas: a importância de estudos básicos para implementação de estratégias de conservaçãoInstituto Brasileiro de Estudos Subterrâneos – IBES/UFSCAR
Registro sedimentar clásticos em cavernas no sistema cárstico do supergrupo Açungui para compreensão das variações paleoambientaisUniversidade de Brasília – UnB

Inscreva-se em nossa Newsletter

Receba mensalmente o nosso informativo.

Posts Relacionados

Nossas ações

Mutirão remove 80 kg de braquiárias-d’água de manguezais de Antonina

Ação visa sensibilizar e envolver a comunidade em ações para manutenção da biodiversidade e maior resiliência climática O Mutirão de remoção de braquiárias-d’água, realizado no dia 11 de maio pelo projeto “Olha o Clima, Litoral!”, removeu cerca de 80 kg de braquiárias-d’água de manguezais e ambientes associados da baía de Antonina, no Paraná – que

Biblioteca Olha o Clima, Litoral!

Cartilha “Manual de boas práticas para o manejo de braquiárias-d’água”

Instagram Facebook-f Linkedin Youtube Cartilha “Manual de boas práticas para o manejo de braquiárias-d’água” As braquiárias-d’água são espécies exóticas invasoras de capim trazidas da África para o Brasil, muito utilizadas na alimentação de búfalos, bois e também em plantações de café e milho. No litoral do Paraná, elas foram usadas em pastagens para búfalos na

Rolar para cima