Projeto do Mater Natura realiza doação de equipamentos para combate de incêndios florestais

Compartilhe esse conteúdo

No início de 2022, o Mater Natura acompanhou a incidência de queimadas com atenção especial na região sul do Mato Grosso do Sul. Nessa região, em área de transição entre Mata Atlântica e Cerrado, localiza-se o Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema (PEVRI), onde a OSCIP realiza projetos de restauração ecológica desde 2018, com apoio do BNDES e do WWF-Brasil. Além dos projetos de restauração ecológica realizados pelo Mater Natura, a UC também tem outras áreas com mudas nativas plantadas, em desenvolvimento.

O PEVRI tem 73 mil hectares e fica localizado na bacia do rio Paraná e, infelizmente, a região também sofre com os focos de incêndio no decorrer dos anos. Em janeiro de 2022, a Unidade de Conservação (UC) sofreu um incêndio de grandes proporções. Atualmente, o Mater Natura realiza o projeto Reconecta Alto Paraná – restaurando corredores e unindo pessoas, no parque estadual em parceria com o WWF-Brasil.

O WWF-Brasil tem atuado no Mato Grosso do Sul com apoio ao combate a incêndios. Dessa forma, como resultado da articulação entre o Mater Natura, a gestão da UC e o WWF, foram doados materiais de combate a incêndio para o PEVRI. A lista de materiais foi elaborada em conjunto com o chefe da unidade de conservação, Reginaldo Oliveira (IMASUL), e a doação feita pelo Mater Natura, com apoio do WWF-Brasil. A lista conta com materiais que vão desde EPIs, como uniformes e coturnos, até equipamentos, como motobomba e mangueiras.

A coordenadora do projeto Reconecta Alto Paraná, Ana Paula Silva, entregando parte dos materiais de combate a incêndio para o gestor da UC, Reginaldo Oliveira

No Brasil, diversas regiões sofrem todos os anos com as queimadas em seus biomas. Em 2022, a Amazônia bateu recorde de focos de incêndio – mais de 100 mil focos entre janeiro e outubro, sendo o maior em mais de uma década. Em 2020, também foi registrado a maior taxa histórica de incêndios no bioma Pantanal, que se estende pelos estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, sendo considerada a maior planície inundável do mundo.

Mapbiomas lançou em agosto de 2022 o Monitor do Fogo, uma plataforma que avalia as cicatrizes do fogo, e não os focos de calor. O objetivo é mostrar em tempo quase real (diferença de um mês) a localização e extensão das áreas queimadas, facilitando assim a contabilidade da destruição que é apontada pelos focos de calor da plataforma do INPE – Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais.

De acordo com dados divulgados pelo Monitor do Fogo, para o período de janeiro a julho de 2022, no Cerrado, a área queimada foi de 1.250.373 hectares, 9% menor que no mesmo período do ano passado, porém 5% acima do registrado em 2019 e 39% maior que em 2020. O mesmo padrão foi identificado na Mata Atlântica, onde houve uma queda de 16% em relação a 2021 (ou 14.281 hectares), porém um crescimento de 11% em relação a 2019 e 8% na comparação com 2020. O Pantanal, por sua vez, apresentou a menor área queimada nos últimos quatro anos (75.999 hectares), com 19% de redução de 2022 para 2021 em relação a área queimada de janeiro a julho.

A doação dos equipamentos vem ressaltar que as instituições têm o compromisso que vai além do plantio de mudas. Buscam entender como atuar na proteção da biodiversidade em longo prazo e visam apoiar as ações que já vem sendo desenvolvidas pelo estado, na tentativa de ganhar escala na proteção do bioma.

Confira nos links abaixo outras ações de apoio ao combate a incêndio realizadas pelo WWF-Brasil:

https://g1.globo.com/ms/mato-grosso-do-sul/noticia/2022/06/30/drones-sao-utilizados-para-monitorar-e-combater-o-fogo-na-serra-da-bodoquena-em-ms.ghtml

https://www.wwf.org.br/nossosconteudos/notas_e_releases/?82715/Projeto-Noleedi-abre-caminho-para-uma-nova-maneira-de-lidar-com-o-fogo-no-Pantanal

Para elaboração deste texto foi realizada consulta em:

https://mapbiomas.org/amazonia-e-pampa-lideram-queimadas-de-janeiro-a-julho-de-2022

https://oeco.org.br/noticias/amazonia-ja-acumula-mais-de-100-mil-focos-de-queimadas-em-2022/

https://portal.inmet.gov.br/noticias/inverno-2022-no-brasil-teve-altas-temperaturas-e-chuvas-acima-da-m%C3%A9dia

Inscreva-se em nossa Newsletter

Receba mensalmente o nosso informativo.

Posts Relacionados

Institucional

Parceria com a loja GRAMA gera doações para o Mater Natura em novembro

Durante todo o mês de novembro, 1% de todas as vendas realizadas pela marca de roupas e acessórios GRAMA será doado ao Mater Natura. A GRAMA busca produzir peças de forma sustentável pela escolha de matérias primas e modos de produção.  A loja está com liquidação com descontos de até 50% e descontos progressivos adicionais – duas peças com 15%

Rolar para cima