Dia Mundial do Brincar: projeto disponibiliza cartilha infantojuvenil sobre manguezais e mudança climática

Compartilhe esse conteúdo

Este ano com o tema “A Natureza no Brincar”, a data celebrada no mundo inteiro pode ser vivenciada a partir do material criado pelo projeto “Olha o Clima, Litoral!”, que trata de forma lúdica sobre a manutenção da biodiversidade e a resiliência climática no litoral do Paraná

Dia 28 de maio é o Dia Mundial do Brincar, um marco na sensibilização acerca da importância do lúdico na infância. Para celebrar a data e dar mais visibilidade ao tema deste ano, “A Natureza do Brincar”, o projeto “Olha o Clima, Litoral!” disponibiliza em seu site para download gratuito a cartilha “Bicudinho-do-brejo em uma visita pelo manguezal”. Com atividades divertidas, o material ensina a crianças e adolescentes sobre a importância dos manguezais e sua relação com a mudança climática.

Produzida pelo projeto “Olha o Clima, Litoral!”, a cartilha vem sendo utilizada em escolas das redes municipal e estadual do ensino fundamental I e II e do ensino médio da região de Antonina/PR, como forma de aproximar as comunidades locais dos manguezais e seus ecossistemas associados, pelos quais elas são impactadas econômica e socialmente. O projeto é realizado pelo Mater Natura, com apoio da Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental, e atua para a manutenção da biodiversidade e a resiliência à mudança climática no litoral paranaense.

O material faz parte de um conjunto de ações socioambientais previstas para este e o próximo ano em Antonina. A proposta é que a cartilha seja adotada como uma ferramenta de educação ambiental e sensibilização em conjunto com os educadores das escolas locais. Elas são distribuídas impressas aos alunos logo após a realização de oficinas educativas, que contam com a aplicação de jogos relacionados ao tema.

O projeto está realizando também um curso de educação ambiental sobre os ecossistemas locais e mudança climática para educadores da rede pública de ensino de Antonina. Outra ação, voltada à comunidade pesqueira, busca levantar as principais demandas e compreender melhor o uso dos recursos naturais na região, para poder atuar em prol do fortalecimento comunitário. Por meio de oficinas de diálogo participativo, com metodologia e ferramentas adequadas ao público, o projeto visa promover reflexões sobre educação ambiental por meio da realidade dos pescadores.

A riqueza do manguezal

“O manguezal é um ecossistema do bioma Mata Atlântica de extrema relevância ecológica, econômica e cultural. Além disso, as florestas de mangue contribuem com a absorção de carbono da atmosfera, ajudando no combate à mudança climática”, explica a bióloga que faz parte da equipe de ações socioambientais do projeto e uma das autoras da cartilha, Juliana Pina.

Além de protegerem as áreas costeiras, os manguezais são também fonte de alimento para o ser humano e outros seres vivos. “É um ambiente conhecido como berçário de muitas espécies, inclusive aquelas importantes para a comunidade pesqueira artesanal, que utilizam esses recursos para seu sustento e também reproduzem seus modos de vida tradicionais, com conhecimentos repassados geração a geração. Proteger esse ambiente é proteger a nossa biodiversidade, a nossa sociedade e as pessoas que dele dependem diretamente”, complementa.

Brincar traz aprendizado

Comemorado no dia 28 de maio, com reconhecimento da Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), o Dia Mundial do Brincar coloca a criança no centro das ações. Esse ano excepcionalmente a data será comemorada no dia 27 (sábado) e tem como tema “A Natureza do Brincar”, trazendo como uma das pautas a importância da interação e maior integração das crianças com a natureza. Essas estratégias também guiam a cartilha do projeto, que é apresentada por seu mascote, o passarinho bicudinho-do-brejo. Ele comanda a leitura, trazendo diversão e conhecimento sobre o tema.

Nela são apresentadas as espécies de mangue existentes – vermelho, branco e preto –, bem como suas diferenças. Por lá, os leitores também são introduzidos aos animais característicos desse ecossistema, entre eles o caranguejo-uçá, o bacucu e o mão-pelada. Os perigos da mudança climática e como contribuir para evitar seus efeitos também fazem parte da leitura. Para as crianças aprenderem mais se divertindo e interagindo com o material, jogos de 7 erros, caça-palavras, labirinto e desenhos para colorir completam a cartilha.

“O material é excelente para aproximar o público infantojuvenil de um ecossistema que traz muita riqueza econômica e natural para o Brasil”, finaliza Pina.

Acesse a cartilha completa aqui.

Sobre o projeto “Olha o Clima, Litoral!”

O projeto “Olha o Clima, Litoral!” atua para a manutenção da biodiversidade e resiliência à mudança climática no litoral do Paraná, com foco na conservação e restauração de manguezais e ambientes associados. É realizado pelo Mater Natura – Instituto de Estudos Ambientais por meio do programa Petrobras Socioambiental, na linha de atuação de Florestas.

O projeto visa desenvolver e implementar, de forma participativa, estratégias e práticas de Adaptações baseadas em Ecossistemas (AbE) dirigidas aos manguezais, brejos salinos e comunidades do litoral paranaense. Com a abordagem da Teoria da Mudança, atua nas áreas de restauração ecológica, monitoramento de avifauna e de flora, adaptação à mudança climática, articulação territorial e ações socioambientais.

Para mais informações acesse: www.climalitoral.org.br

Contatos para imprensa: (41)99198-0004 / (41) 99716-0054 – [email protected]

Inscreva-se em nossa Newsletter

Receba mensalmente o nosso informativo.

Posts Relacionados

Biblioteca Olha o Clima, Litoral!

Mudança climática: projeções e recomendações para o Litoral do Paraná – Estudos de elevação do nível do mar e quantificação de estoques de carbono azul

O relatório Estudos de elevação do nível do mar e quantificação de estoques de carbono azul é o primeiro de uma série de publicações intitulada Mudança climática: projeções e recomendações para o Litoral do Paraná, que serão concluídas até o final do ano pelo projeto “Olha o Clima, Litoral!”, realizado pelo Mater Natura – Instituto

Nossas ações

2º Encontro Diálogo dos Saberes abordou temas como mudança climática e impactos na pesca

No último sábado (29/07), o projeto “Olha o Clima, Litoral!” realizou o 2º Encontro de Diálogo de Saberes, em conjunto com a Festa do(a) Pescador(a) em Antonina/PR, na Praia da Ponta da Pita. A ação buscou se aproximar da população local, especialmente pescadores e pescadoras tradicionais, para promover trocas com especialistas ambientais sobre temas como

Rolar para cima