Bosque do Hospital Pequeno Príncipe terá áreas identificadas para trilhas guiadas e autoguiadas

Compartilhe esse conteúdo

O projeto tem por objeto a elaboração de Manual de Uso do Bosque, integrante do empreendimento do Complexo Hospitalar de Ensino e Pesquisa Pequeno Príncipe, localizado no bairro Bacacheri, Curitiba/PR, que deverá conter os regulamentos e normativas gerais e/ou específicas para servir de base para orientar os usuários sobre o bom uso da área.

Por meio de diagnóstico na área do bosque serão localizadas áreas potenciais para implantação de trilhas guiadas e autoguiadas. Da mesma forma, a elaboração e aplicação de questionários junto aos potenciais usuários do bosque deverá estabelecer as normas e regras de seu uso. Também será produzido um mapa didático ilustrado do uso do solo, contendo os principais elementos da paisagem do bosque, como a vegetação, trilhas, área construída, corpos d’água.

O manual será elaborado ao longo de quatro meses, e terá como base as informações fornecidas pela equipe que trabalha na área do Complexo Hospitalar de Ensino e Pesquisa Pequeno Príncipe, informações primárias (realizadas in loco pela equipe), informações secundárias, legislação vigente, dentre outras. Também será realizado estudo da Capacidade de Carga, para determinar o número máximo de visitantes que as trilhas e o bosque em si comportam de forma a não acarretar impactos ambientais a esta área verde; sendo que os resultados deste estudo serão incorporados ao referido manual.

O manual é documento técnico, composto pelas seguintes partes: caracterização geral da área; mapa ilustrativo, incluindo a identificação das áreas permitidas à visitação; normatização para o uso da área; e sugestões de abordagens a serem desenvolvidas com o grupo de escoteiros, de acordo com os potenciais usos identificados no processo de elaboração do documento.

Para elaboração do Estudo de Capacidade de Carga serão realizados os seguintes passos metodológicos: a partir de diagnóstico será estabelecido o Número Balizador da Visitação, para a definição de capacidade de carga segundo o Roteiro Metodológico para Manejo de Impactos de Visitação com enfoque na Experiência do Visitante e na Proteção dos Recursos Naturais e Culturais elaborado pelo ICMBio. Além de uma análise da paisagem para definir o melhor traçado para as trilhas futuras.

Inscreva-se em nossa Newsletter

Receba mensalmente o nosso informativo.

Posts Relacionados

Biblioteca Olha o Clima, Litoral!

Mudança climática: projeções e recomendações para o Litoral do Paraná – Estudos de elevação do nível do mar e quantificação de estoques de carbono azul

O relatório Estudos de elevação do nível do mar e quantificação de estoques de carbono azul é o primeiro de uma série de publicações intitulada Mudança climática: projeções e recomendações para o Litoral do Paraná, que serão concluídas até o final do ano pelo projeto “Olha o Clima, Litoral!”, realizado pelo Mater Natura – Instituto

Nossas ações

2º Encontro Diálogo dos Saberes abordou temas como mudança climática e impactos na pesca

No último sábado (29/07), o projeto “Olha o Clima, Litoral!” realizou o 2º Encontro de Diálogo de Saberes, em conjunto com a Festa do(a) Pescador(a) em Antonina/PR, na Praia da Ponta da Pita. A ação buscou se aproximar da população local, especialmente pescadores e pescadoras tradicionais, para promover trocas com especialistas ambientais sobre temas como

Rolar para cima