Levantamento PACT CHALLENGE no Paraná

Início: Dezembro 2021
Término: Maio 2022
Financiador: Pacto pela Restauração da Mata Atlântica

Participação do Mater Natura no projeto: Instituição contratada pelo Pacto para execução do projeto

Financiador: Pacto pela Restauração da Mata Atlântica

Instituições Parceiras: Universidade de Queensland, Mapbiomas, Lastrop ESALQ/USP, TNC, WRI, IIS, Instituto Arapyaú

Equipe Executora: Ana Paula Ferreira da Silva, Letícia Nunes Araujo e Heloisa Maria Beloni Insenha

Coordenadora: Ana Paula Ferreira da Silva

Descrição e metodologia:

O projeto Pact Challenge foi idealizado pelo Pacto pela Restauração da Mata Atlântica e demais parceiros que atuam com restauração ecológica. Possui a meta de recuperar 1 Milhão de hectares até 2025, através de 8 linhas estratégicas:

 

1.  Desenvolver um plano espacial de restauração;

2.  Melhorar o conhecimento científico da restauração;

3.  Capacitação;

4.  Engajar com produtores rurais;

5.  Ajustar legislação;

6.  Monitorar e reportar;

7.  Desenvolver instrumentos financeiros;

8.      Comunicar.

 

Como uma primeira etapa do Desafio, o movimento está realizando entrevistas com proprietários rurais com a finalidade de entender o que motiva  a suprimir ou manter as áreas de regeneração natural em suas propriedades e, assim buscar formas de conciliar o manejo sustentável, será realizada a identificação e o diagnóstico de 100 propriedades rurais em cinco municípios paranaenses (Ramilândia, Diamante do Oeste, São José das Palmeiras, Marechal Cândido Rondon e Ouro Verde do Oeste) que possuem ou já tenham possuído regeneração natural em suas áreas.  O mesmo questionário foi aplicado no Espírito Santo e Minas Gerais.

Entre as atividades envolvidas no desenvolvimento do projeto compreende a definição das propriedades, visita às propriedades, realização de 100 (cem) entrevistas de acordo com o questionário a ser seguido para o projeto, gravação das entrevistas, transcrição e fotografias das propriedades. Essas informações serão analisadas pela doutoranda Anazélia Tedesco que está realizando a pós graduação na Universidade de Queensland, Austrália.

 Saiba mais: https://wribrasil.org.br/pt/blog/florestas/8-estrategias-areas-regeneracao-natural-nao-sejam-desmatadas-mata-atlantica)

Rolar para cima