Controle das Braquiárias-d’água para a conservação do Bicudinho-do-brejo na APA de Guaratuba

Financiador: Fundação Grupo Boticário
Início: fevereiro 2014
Término: fevereiro 2017
Financiador: Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza - FGBPN

 

Projeto: Controle das braquiárias-d´água para a conservação do bicudinho-do-brejo na APA de Guaratuba

 

 

Participação do Mater Natura no Projeto: Instituição proponente e executora.

Financiador: Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza – FGBPN

Parceiros: Reserva Bicudinho-do-brejo

Equipe Executora:

Coordenação: Bianca Luiza Reinert

Técnicos: Marcos Ricardo Bornschein; Daiane Diniz Sobotka e Fernanda Fernandes Cordeiro de Lima.

 

Descrição:

As braquiárias-d’água são capins africanos invasores extremamente competitivos, que reduzem a diversidade funcional de espécies nativas, promovem ampla infestação de recursos hídricos e, portanto, causam grande preocupação na conservação dos ecossistemas aquáticos brasileiros.

A invasão pelas braquiárias-d’-água é o pior impacto para o bicudinho-do-brejo, pois locais muito invadidos têm a vegetação original eliminada e tornam-se inabitados para essa ave ameaçada de extinção.

Este programa terá a duração de quatro anos, e foi aprovado junto à Fundação Grupo Boticário para dar continuidade ao projeto Zona Livre de Braquiária: uma proposta para a conservação do bicudinho-do-brejo na APA de Guaratuba (PR). Sendo os seguintes os objetivos do Programa:

1- Executar técnicas de controle das braquiárias-d’-água na APA de Guaratuba (PR);

2- Realizar restauração ambiental em áreas manejadas;

3- Atuar junto às políticas públicas estaduais;

4- Monitorar a reação comportamental dos bicudinhos-do-brejo junto a áreas manejadas e

5- Encaminhar para as autoridades competentes recomendações sobre ações necessárias para o manejo das braquiárias.

Scroll to Top